22 de agosto de 2011

Dicas de Treino – aprenda com Arnold Schwarzenegger a ficar com o abdômen sarado



Arnold Schwarzenegger abdomen
A maioria dos marombeiros são obcecados em desenvolver e aumentar os músculos, como os bíceps, os deltóides, a perna e o peitoral. Dedicam quase todo o seu tempo de treino com esses grupos musculares. E geralmente deixam de dar a mesma atenção abdominais. Algumas séries de abdominais na prancha ou no banco de hiperextensão, são feitas no fim do treino, mas sem o entusiasmo necessário. Esse é um erro comum, e o principal motivo dos atletas não terem abdominais bem definidos, A verdade é que se você deseja bons abdominais, você precisa trabalhar duro para tê-los. Nada vem fácil na musculação, mas você vai ter uma grande sensação de vitória ao ver seus gomos começarem a aparecer.
Seja um atleta de competição, ou somente alguém querendo passear pela praia, um abdominal “rasgado”, que inclui o reto abdominal, os intercostais e os oblíquos, devem ser exercitados regularmente para queimar a gordura que se acumula nessa região. Nada melhora sua aparência com mais rapidez do que o ato de afinar a cintura, e ter a musculatura dessa região desenvolvida. Massa muscular é importante, mas sem uma boa aparência, sem definição, não é nada. O que impressiona mais na praia? O sujeito fortão, com 50 cm de braço, mas com uma cintura larga, ou um homem menor, com 45 de braço, mas com uma cintura toda definida, e com uma grande qualidade muscular?
As pessoas logo associam uma cintura fina, com abdominais definidos, com esportes e bem estar. Quando alguém te pede para contrair algum músculo, o que você faz? Contrai os bíceps. Mas quando é perguntado se está em forma, o que faz? Se realmente se sentir em forma, você levanta a blusa e mostra seus abdominais.
Infelizmente, os métodos de treino, e a dieta para um abdominal definido, são completamente opostos ao caminho ideal para o ganho de massa muscular. Um número limitado de exercícios por grupo muscular, cargas pesadas, baixas repetições, longos descansos entres as séries são o caminho do ganho de volume, já uma grande variedade de exercícios, cargas moderadas, grandes repetições, e descansos curtos entre as séries são o modo para se conseguir a definição. Uma dieta rica em proteína, carboidratos e gorduras, e muitas calorias, te ajudarão a ganhar massa e peso. Mas uma dieta rica em proteína, mas baixa em carboidratos, gorduras e calorias fazem com que você ganhe qualidade muscular, aumentando a definição.
Qual a solução para esse dilema? A solução é óbvia. Você precisa dividir seu ano em períodos com ambos os métodos, um tempo com o treino e a dieta voltada para o ganho de massa, e outro para a definição muscular. Esse tipo de estratégia é bastante comum entre fisiculturistas profissionais. Dedicamos o tempo de fora das competições para aumentar o volume dos músculos, e o período próximo as competições para definir e dar mais qualidade ao físico. Se você não tem interesse em competir, ainda assim essa metodologia pode ajudar muito. Eu sugiro os períodos de clima mais frio para o off-season e os outros para o trabalho de definição. Essa é maneira para se ganhar cada vez mais massa muscular, e melhorar a qualidade do músculo adquirido.
Um abdominal desenvolvido é a parte do corpo masculino que mais rapidamente chama a atenção. Ter uma cintura fina, definida, é a chave para o destaque de toda a musculatura desenvolvida. Nenhum outro grupo muscular, sozinho, faz você ter um visual tão impressionante. Um bom abdominal faz você ter toda uma aparência diferenciada. Ajuda a dar a ilusão de ser ainda mais largo, faz com que o peitoral, os ombros e as pernas pareçam ainda maiores. Alem do que, com certeza, ao conseguir abdominais hipertrofiados, todo o resto do corpo também estará na mesma condição. Você não consegue fantásticos abdominais se o restante também não estiver acompanhando. E no caso dos competidores, não importa o quanto seus braços, pernas e ombros estejam grandes, se a cintura não apresentar qualidade, os juízes não vão considerá-lo apto a ficar entre os finalistas.
Um treino sério de abdômen afeta a musculatura de todo o corpo. Exercícios abdominais criam um estado de tensão muscular que ajuda a definir todo o resto, como se fosse um treino de isometria. Alem de melhorar sua aparência, o treinamento regular de abdominais apresentam outros benefícios. Abdominais bem condicionados são críticos para a boa saúde. Todos os exercícios dessa região têm um efeito tonificante para os órgãos internos, e auxiliam no processo digestivo. Melhoram a postura, ajudando a manter a posição ereta, que embora pareça algo sem importância, é essencial para o bom atleta. Você precisa lembrar que uma corrente só é forte se todos os elos forem também. Se seus abdominais forem à parte fraca do seu corpo, você deixa seu organismo mais propenso a lesões durante o treino.
TREINANDO OS ABDOMINAIS
O treino para essa parte do corpo deve ser feito todos os dias, seis dias da semana. Quando é necessito estar em foram com mais rapidez, trabalha se o abdômen duas vezes por dia. Essa rotina some com a gordura, produzindo abdominais definidos com muito mais rapidez. Algumas pessoas dizem que não tem tempo para isso, mas algumas séries após acordar, e outras logo após o treino já resolvem o problema. Ou fazer algumas séries antes do treino normal, o que já ajuda no aquecimento, e repeti-las no final. Treinos de abdominais não precisam de muito tempo, embora possam ajudar, como defendia o campeão Zabo Koszewski, famoso por executar 1.000 repetições na prancha de abdominais, e mais 1.000 na elevação de perna, demorando duas horas para isso. Uma sessão diária de 15 a 20 minutos são tudo que você necessita para desenvolver bons abdominais, se mantiver a intensidade alta, com 30 segundos, ou menos, de descanso. Trabalhe essa região com dureza e intensidade. Outra alternativa é reduzir ao máximo o descanso, com o uso de super-series, com o menor tempo possível de descanso entre os exercícios. Isso causa um efeito aeróbico, que reduz o percentual de gordura em todo o corpo.
Essa é a rotina que eu utilizava em fases de pré-competição:
- Abdominais na prancha – 4 x 25 / 50 reps
- Encolhimento de pernas na Barra Fixa – 3 x 25 / 50 reps
- Encolhimento de pernas deitado no banco – 3 x 25 / 50 repetições
- Rotação do tronco – 3 x 50 reps
- Hiperextensão – 3 x 15 reps
- Elevação de pernas esticadas – 4 x 25 / 50 reps
Embora a hiperextensão seja mais indicada para o treino de costas, é fundamental para a hipertrofia do abdômen também, ajudando a remover a gordura da cintura como um todo.
ABDOMINAIS E DIETA
Você não conseguirá uma cintura de qualidade sem a dieta correta. Uma alimentação rica em proteínas, com baixos níveis de carboidrato é essencial. Mantenha os níveis de proteína altos, com a ingestão de 30 a 50 gramas por refeição, a cada três horas. Reduzindo sua ingestão calórica a 500 calorias, e queimando outras 500 na academia, você conseguirá perder até um quilo de gordura por semana. Quando você estiver nesse tipo de alimentação, perdendo a gordura, a grande ingestão de proteínas ajuda a manter a massa magra, e ainda auxilia na redução da gordura, aumentando o processo termogênico do organismo. Não elimine toda a gordura da dieta. Uma quantidade pequena, de origem natural, como da gema do ovo, da carne vermelha e de óleos vegetais, também causa perda de tecido adiposo.
 
AERÓBICOS
Atividades aeróbicas também são grandes ferramentas para um bom abdômen. Corridas, caminhadas aceleradas, bicicletas e natação são exercícios excelentes, sem contar o enorme número de equipamentos no interior das academias. Mas a atividade que você escolher não tem importância, desde que você a faça. Sessões diárias, de 20 a 30 minutos, aceleram o metabolismo, fazendo que seu abdômen apareça com mais rapidez ainda. Recomenda se para quem quer um progresso rápido, e um corpo mais saudável e bem condicionado. Uma prática que ajuda muito é usar uma cinta na cintura, e correr vestindo um moletom, casaco e calça comprida, mesmo no calor. Ao acabar a corrida, faça uma série de 100 abdominais, isso proporciona a redução de gordura na cintura acontecer com uma velocidade incrível. Tente você vai gostar do resultado.
Outra coisa que ajuda muito é fazer o vacum várias vezes por dia. Simplesmente contraia o estomago, expelindo todo o ar, e segure por 15 ou 20 segundos. Esse movimento ainda ajuda a que se tenha controle da musculatura do abdômen.
Parta para seu treino de abdominais imediatamente. Quando conseguir ver as linhas da musculatura aparecendo, será um sinal de que você está chegando a uma ótima forma física. Quando der a impressão que dá para colocar o dedo entre as linhas que separam os músculos dessa região, sinal de que sua condição está excelente. E quando stiver vendo as veias subindo pela cintura, então você estará com uma qualidade fantástica.

7 comentários:

  1. Li sua matéria sobre abdominais e achei interessante. Só que a informação que eu pesquisei em sites de musculação é de que não é necessário exercitar os abdominais todos os dias. O mais importante dizem é a dieta.
    até mais.
    gabrielserapio@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. valeu eu então não sabia oke fazer de exercicios agora vou aos treinos obrigado.

    ResponderExcluir
  3. se tudo isso eh pra ficar com 4 gomos eu prefiro fazer 3x por semana uma seri de 8min do youtube que me da 6 gomos e muito mais suave .. e claro com uma dieta boa =D

    ResponderExcluir
  4. olha o exemplo no exército, os caras fazem todos os dias, e olha a forma física dos caras, tudo trincado.

    ResponderExcluir
  5. ta contrariando o mestre o.O rhum eu sigo to travado ;]]

    ResponderExcluir
  6. pÔ, muito bom este artigo, tem dicas ótimas pra quem quer trincar o abdômen vale a pena ler!!!

    ResponderExcluir
  7. valeu galera pela dica

    ResponderExcluir